Eu (Ary Buarque RECOMENDO).

terça-feira, 3 de agosto de 2010

A HISTÓRIA DO KARATÊ com Ary Buarque al

Pesquisas e Dicas c/ Ary Buarque, Maceió/AL - Sobre Arte (Karatê) - Dança e Internet (Tire suas Dúvidas) Contrate Ary Buarque - Festas, Congressos, Convenções e Workshops. Com aulas de Dança, Show de Dança, Aula de Arte Marcial (KARATÊ), Curso de Web Designer.
Contre pelo site:
www.arybuarque.com.br
Coluna com Ary Buarque - Você Sabia?
A HISTÓRIA DO KARATÊ

        A arte marcial conhecida de Okinawa é o Karatê, que foi criada no final do século XIX tendo, entretanto, suas origens relatas por volta do século XV, como uma arte de defesa pessoal e foi chamado de Te, florescendo durante todo o império do Rei Sho Hashi. Nesse período o império Ryukyu aumentou o intercâmbio cultural e comercial com os países da Ásia e do sudeste asiático e é provável que o Te  se desenvolveu a partir desse intercâmbio, especialmente com a possibilidade de um contato mais próximo com as defesas pessoais da China, como o To-Te. Como resultado da invasão de Satsuma em na ano de 1609, o Karatê começa a se desenvolver ainda mais, pois Satsuma retirou todos os armamentos, proibindo o uso delas e sancionando toda a atividade relacionada as mesmas. Essa proibição se manteve durante 300 anos, mas o treinamento do Karatê foi sendo realizado secretamente por famílias aristocráticas de Okinawa, sendo transmitido de pai para filho. No final do século 17, começo do 18, surge, da junção do Te de Okinawa com o To-Te da China, o Karatê de Okinawa. Apenas no século 19, com o desenvolvimento do Karatê, ele começa a tomar a forma como o conhecemos atualmente. Quando Okinawa se libertou de Satsuma e passou a fazer parte do Governo Japonês, o Karatê passou a ser praticado abertamente a toda a população, sendo incorporado no programa de educação física das escolas públicas de Okinawa em 1904.
           Em 1922 Funakoshi Gichin apresenta no Japão pela primeira vez esta arte e assim começa a ser mais conhecido. No ano de 1931 é oficialmente reorganizado por uma associação encarregada de sistematizar as artes marciais, o Nihon Butuku Kai. Com o advento da II Guerra Mundial o governo militar americano proibiu a prática do Judo e do Kendo por considerá-los elementos bélicos e como resultado disso muitas pessoas se voltaram à pratica do Karatê, ganhando assim grande popularidade.
            Haviam naquela época três cidades muito importantes em Okinawa: Shuri, Naha e Tomari, e devido ao desenvolvimento do To-Te em cada uma delas ser um pouco diferente, cada “estilo” adotou o nome da cidade onde estava sendo desenvolvido. Assim surgiram o Shuri-te, o Naha-te e o Tomari-te. O Shuri-te era um estilo bastante explosivo e rápido. O Naha-te era um estilo forte e que fazia ênfase na respiração. O Tomari-te era um estilo intermediário mas só era praticado por poucas pessoas, a maioria militares dessa cidade.
            Estes três estilos foram evoluindo, diferenciando-se até que no começo deste século, os alunos da primeira linhagem de cada um deles geraram os principais estilos do Karate-do moderno. Nos diferentes Katas (“formas”, seqüências de movimentos simbolizando situações de defesa e contra-ataque) pode-se apreciar as semelhanças e as diferenças destas grandes ramas do Karatê-do.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA SEU COMENTARIO